30 de mai de 2014

Resenha: Para Sempre Ana - Sergio Carmach

Livro: Para Sempre Ana
Autor: Sergio Carmach
Editora: Caravansarai
Páginas: 313
Sinopse: Na mística Três Luzes, o leitor percorre inicialmente três momentos afastados no tempo, onde três homens, de três gerações da família Rigotti, experimentam situações-limite pela influência de uma mesma mulher: Ana. A partir daí a narrativa o leva a uma instigante viagem, nem sempre linear, entre meados do século XX e o início do XXI, na qual os dramas, o passado, o verdadeiro caráter e os segredos de cada personagem são pouco a pouco desnudados. A trama é conduzida pela busca de Ana e pela  busca por Ana, forasteira misteriosa que abala os triluzianos e cuja trajetória se funde à dos demais em uma história carregada de luzes sombrias. A busca de Ana arrebata as emoções; a busca por Ana arrebata os sentidos. E ambas surpreendem. Sempre que tudo parece esclarecido, detalhes antes considerados sem importância provocam uma reviravolta geral na história. Até o último capítulo. Descubra se os mais atordoantes segredos de Três Luzes estão mesmo nos céus ou no fundo da alma de seus moradores.


Admito que de início não gostei muito da história retratada em Para Sempre Ana, não vou mentir, me pareceu meio vaga, achei diferente do que eu costumo ler e então larguei a leitura. Mas, eu tinha que terminar a leitura, então recomecei, e confesso: não me arrependi.

Para Sempre Ana é relatada com diversos espaços de tempo entre passado e presente. De início, a história acontece na cidade de nome Três Luzes, onde conhecemos a família Rigotti. Tudo parecia bem, até que, em um almoço de Natal, tradição de doutor Nestor Rigotti, onde proporciona esse almoço para a família de seus pacientes, ele e seu filho, Carlos Rigotti, são surpreendidos pela chegada de uma moça de nome Ana acompanhada de seu filho, chamado Caio. A moça carrega diversos segredos, que, se revelados, poderão acabar com a reputação, não apenas de Nestor, mas de todos os Rigotti.

A partir desse encontro,  diversas coisas vão acontecendo como em um efeito dominó, segredos são revelados, pessoas são mudadas, assassinatos acontecem, e tudo isso vai desencadeando diversos outros fatos, principalmente, o desaparecimento da jovem Ana.

Como mencionei de início, não gostei do livro ao começar a leitura, achei entediante, mas depois que retomei a leitura, me surpreendi, achei tudo muito bom, muito bem escrito. A princípio, é meio confuso sim, pelo fato da mistura do passado e presente, mas quando nos prendemos à leitura, conseguimos compreender perfeitamente.

Nunca havia lido um livro com escrita parecida, e por primeira experiência, admito que gostei. A trama é bem elaborada, assim como os personagens. Agora fico feliz por ter decidido retomar a leitura. É um livro cativante, que consegue te deixar cada vez mais curioso para saber o que acontece depois e depois, e quando chega ao fim, te deixa com vontade de quero mais.


"O ser humano está sempre perseguindo objetivos tolos, que não têm a capacidade de trazer a verdadeira felicidade." 


Nenhum comentário:

Postar um comentário