25 de abr de 2014

Resenha: Paraíso - Dayse R. Nicoli


Livro: Paraíso
Autor: Deyse R. Nicoli
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400
Sinopse: Está é a história de uma mulher como muitas outras. Marcada por suas tragédias pessoais, cansada, sem expectativas ou sonhos, Débora deixa sua família e parte em busca de uma nova vida. Sua fuga a levará a um lugar distante de tudo o que ela conhecia. Uma grande fazenda, localizada na pequena cidade de Vila Paraíso. O lugar a surpreende de diversas maneiras. A paisagem é de tirar o fôlego, o novo trabalho é tudo o que ela precisava, e as pessoas, a extensão de sua própria família. Tudo parecia perfeito, mas Marcos, um dos donos da fazenda, macular a perfeição desse Paraíso. Ele fará de tudo para afastar Débora de sua fazenda, transformando a tranquilidade de sua nova vida numa sucessão de acontecimentos surpreendes e angustiantes.  Os dois irão travar uma batalha visando proteger suas feridas e esconder as cicatrizes que carregam dentro de si. Porém, um poderoso sentimento surgirá entre eles fazendo - os abandonar seus princípios e questionar sua própria sanidade. Poderá esse sentimento apagar todas as cicatrizes que eles carregam?


Adicione no Skoob e vamos a resenha.


Assim que fechei parceria com a autora, esperei ansiosa a chegada do livro para a leitura. Quando vi apenas o livro sem ler a sinopse, eu pensei: "pelo nome, esse livro dever falar de religião ou algo assim" , mas como estava enganada, kkk. Você apenas lendo a sinopse nem imagina o mundo por trás dela, eu fiquei perplexa ao descobri este mundo.


O livro conta a história de uma jovem chamada Débora, de 28 anos, que carrega muitas cicatrizes do passado e decide aceitar uma oferta de emprego com o intuito de uma nova vida e esquecer de seu passado cruel. Esse emprego à leva pra longe de sua família com destino a Vila Paraíso, um lugar realmente perfeito, onde até eu viajei para ele em meus pensamentos, e aposto que se você ler o livro, também viajará para lá.
"... olhei-me no espelho. Aquela era eu. Sem atrativos, sem charme, sem glamour. Alguém que passava despercebida em qualquer lugar. Alguém que não podia em homens como Marcos."   
Débora será a professora da fazendo de Boa Vista, um lugar realmente encantado, daqueles que vemos em filmes sabe? Um lugar dos sonhos.
Ao chegar na fazenda, foi bem recebida por dona Carmem, uma doce senhora, super humilde, depois por Max e Léo, dois dos filhos de Camem e Eva esposa de Max, mas não tão bem recebida por Marcos, o filho mais velho, o que se tornará o grande amor de Débora ...

A beleza de ambos os filho de Dona Carmem a deixou de queixo caído, mas seu coração palpitou mas forte pela beleza de um deles, aquele que se tornaria seu pesadelo e ao mesmo tempo seu sonho.

Ambos são extrovertidos, alegres e educados, menos Marcos. Assim como Débora, ele também tinha cicatrizes de seu amargo passado. Ao menos tinham isso em comum. E era o que mais deixava Débora triste, pois era bem recebida por todos, menos por ele. E ela estava se sentindo atraída por ele. Mas aquilo doía nela. Gostar de alguém que nem ao menos apreciava sua presença era realmente terrível.

Então dias se passaram, e a relação de ambos foi mudando. Às vezes para melhor e às vezes para pior. Mas ambos sabiam que gostavam um do outro, só não queria admitir muito isso. 

"Segurando meu rosto com as duas mãos, Marcos me beijou. Não um beijo qualquer. Um beijo de tirar o fôlego e deixar as pernas bambas. Um beijo para o qual eu, definitivamente, não estava preparada."  
Marcos é durão, por tudo que passou não acreditava ainda nas mulheres para poder ter um relacionamento com alguma. Mas ele não esperava que alguém como Débora fosse chegar ali e mudar tudo em sua vida. Ela reviveu o lado dele que estava morto, o lado carinhoso, romântico e sedutor.

A narrativa é linda, os personagens bem elaborados, as falas bem programadas, eu simplesmente adorei tudo. Esse é o tipo de livro que te prende do início ao fim sem te deixar com vontade de soltá-lo por um segundo sequer. Eu ri com os personagens, principalmente o o Léo, eu quis bater no Marcos quando ele tratava a Débora mal, eu quis abraçá-la quando ela sofria.

Eu pude sentir cada sentimento transmitido no livro, e isso foi maravilhoso, eu me senti dentro da história, me imaginei nela à cada segundo. Obrigada Deyse, por criar um livro tão lindo e emocionante. Seu livro foi o primeiro nacional que li, e eu nem imaginava o que estava perdendo.

Dizer que gostei deste livro seria uma piada, porque eu AMEI, eu me apaixonei por ele. Novamente, obrigada Deyse. Paraíso, é uma história cativante, um romance lindo, onde provar que para o amor, não tem barreiras. que qualquer pessoa é capaz de amar.


Postado por Jéss Wichester

2 comentários:

  1. uauu! Que interessante.
    Aii, mais um para a minha lista que é grande, para dinheiro tão pequeno uhahaha
    Estou seguindo seu blog, poderia retribuir? Agradeçoo :33
    Pensamentoscomchantilly.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, mas é ótimo, recomendo.
      Claro, seguiremos sim ;)

      Excluir